quarta-feira

Linguagem ou Linguagens

Todos falamos....e muito!

Mas na maioria das vezes dizemos coisas que os outros interpretam de uma forma diferente, daquilo que queremos REALMENTE dizer!

Falamos com as palavras...com o silêncio.
Falamos só com a presença e também com a ausência.
Falamos com o toque e sem ele...

Falamos e por vezes, demais!

Mas muitas vezes esquecemos que as variaveis "dadas" pelo tom, pela entoação, pelos sinais quase imperceptiveis do corpo, e pelos evidentes...podem alterar o todo da mensagem, ou apenas uma parte, levando o outro ouvir aquilo que não quisemos dizer, mas que fomos dizendo.
Porque muitas vezes os nossos pensamentos são rápidos, e a nossa cara, e o nosso corpo e a nossa voz...deixam transparecer aquilo que surgio e nós quisemos ignorar, porque colocamos filtros.

A linguagem e a sua utilização têm o objectivo de nos fazer entender...

E há também... aquela parte que tem a ver com a história individual de cada um. Que nos faz transformar a verdade do outro num coisa pouco verdadeira para nós, e o contrário também acontece.
Alguém dizer que algo não é de determinada forma e para nós ser exactamente daquela maneira.

Por isso Aquilo que tantas vezes é a nossa realidade, para o outro pode ser apenas "fruto" da imaginação, "fruto" da necessidade de se proteger..."fruto" de tantas outras coisas.

Aqui existe outra nuance... que é a credibilidade que os outros nos dão quando nos ouvem!
É a emoção que envolve a pessoa que nos ouve, é o respeito com que nos olham e ouvem, é o cuidado de ver e ouvir, sem necessitar estar com juízos de valor ou protecções...

As linguagens, são muitas e ricas. A questão é saber utiliza-las e respeitar a forma como o outros a utilizam, desde que não nos magoe.